Instituto Baoba

Saiba a diferença entre os principais formatos de curso superior e técnico e como escolher o melhor caminho pós formação.

Um currículo acadêmico pode ser formado por diversos cursos, a depender dos objetivos do aluno. Existem aqueles que desejam se tornar professores, outros, preferem ser pesquisadores, e há quem almeja trabalhar em uma área muito específica.

Seja qual for o seu sonho, é certo que a educação pode te levar mais longe! Por isso, neste artigo vamos explicar as diferenças entre os principais modelos de curso, para que você descubra qual se encaixa melhor nos seus objetivos.

  1. Tecnólogo: 

Nos últimos anos, os cursos técnicos têm se tornado muito procurados e prestigiados, principalmente porque estão muito ligados às áreas de tecnologia e novos serviços essenciais como mecânicas, gestão, empreendedorismo e produção. Essas profissões ganham espaço com o avanço do universo online e a busca por negócios próprios. 

Um curso técnico dura, em média, entre dois e três anos, e embora não permita que os formandos dêem aulas, é ideal para quem deseja aprender uma área de atuação específica na prática e ingressar em uma carreira com rapidez, com capacitação especializada para atender às demandas do mercado. 

Aproveite para saber mais sobre o Instituto Baobá:

Conheça o Instituto Baobá: Nossas raízes, sementes e frutos.

  1. Bacharelado:

Os cursos que formam o aluno como “bacharel” são os mais generalistas e “tradicionais”, aqueles que não nasceram das tendências e necessidades do mercado moderno. Alguns exemplos são o direito, a medicina, a comunicação e a administração. 

A formação por meio do bacharelado costuma durar entre três e seis anos, e busca abranger tanto a aprendizagem prática como o aprofundamento das matérias teóricas, formando, assim, profissionais completos que podem atuar em diversas áreas de sua formação.

O bacharel está apto a lecionar em universidades desde que conclua um mestrado. 

  1. Licenciatura:

A licenciatura tem como objetivo formar professores aptos a lecionar em ensino fundamental, médio e técnico. Os cursos duram entre três e cinco anos, e possuem foco em uma área específica de formação como história, biologia, pedagogia, letras e artes. 

O licenciado pode ainda atuar em cursos profissionalizantes, e o diploma é válido também para quem deseja prestar um concurso público. 

Alguns cursos da licenciatura também são oferecidos como bacharelado, como é o caso da Educação Física. No entanto, é importante ressaltar que o diploma como bacharel não permite que o profissional lecione em escolas. 

Afinal, qual escolher?

Durante o fim do ensino médio e ainda antes de uma primeira formação técnica ou curso superior, muitos jovens acabam adquirindo insegurança sobre o “curso certo”. É fundamental dizer que todo o aprendizado é válido, e após uma formação, não precisa ser o fim da linha, já que sempre é possível continuar estudando!

Agarrar as oportunidades de estudo é uma boa maneira de construir uma carreira, e depois moldar seus objetivos ao longo do tempo, abrindo espaço para novas formações. Uma das melhores maneiras de escolher qual formação seguir é descobrindo qual é a sua pretensão de carreira. 

Alguns exemplos de “caminhos” após a primeira formação superior são:

  1. Pós-Graduação:

Assim como o curso técnico, a pós-graduação está mais voltada para aqueles que, depois do curso superior, desejam seguir uma área específica de sua formação. Um exemplo disso são médicos pós-graduados no cuidado específico com uma parte do corpo. 

Sendo assim, a pós-graduação normalmente é escolhida por alunos que cursaram disciplinas gerais no bacharelado, e agora encontraram sua área de especialidade, e desejam se aprofundar nesta para seguir exigências mais altas do mercado.

  1. Mestrado:

O mestrado é mais voltado para a pesquisa em uma área específica. Assim como a maioria dos cursos de pós-graduação, normalmente tem duração de dois anos, em que o aluno desenvolve uma pesquisa científica aprofundada de um tema particular de sua área, para tornar-se mestre no assunto. 

Com o mestrado, os formandos podem dar aulas no ensino superior, e ainda desenvolverem novas pesquisas com a intenção de expandir o campo na área estudada, para que outros possam aprender novas técnicas e teorias.

  1. Doutorado:

Assim como o mestrado, o doutorado também é voltado para a pesquisa, no entanto, possui uma duração mais longa, de em média quatro anos. O intuito principal dessa formação é, também, lecionar em universidades, mas o doutor em um assunto pode ainda se tornar orientador científico para outros pesquisadores, contribuindo assim para as melhorias da sua área.

Como esta formação vem depois do mestrado, normalmente o doutor segue o mesmo tema já iniciado em sua pesquisa, se aprofundando integralmente. E já que essa dedicação deve ser completa, é costumeiro que universidades e projetos financiem as pesquisas, visando expandir as possibilidades da área. 

Viu só como ainda tem muito a ser estudado? Definir seus objetivos de carreira pode ser o primeiro passo para começar a mirar nessas formações!

Para saber mais sobre educação, conferir dicas e acompanhar a trajetória dos nossos alunos, não deixe de seguir o Instituto Baobá nas redes sociais.

Nos vemos na próxima!

Open chat
Olá! Como podemos te ajudar?